02/07/2020

G1 – TV Gazeta: Conselho denuncia reutilização de EPIs descartáveis em pronto atendimento de Vitória

Situação foi verificada no dia 10 de junho e até esta quarta-feira (1º) a direção da unidade não tinha resolvido problemas apontados na vistoria.

O Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES) está investigando uma denúncia de que profissionais de saúde que atuam no Pronto Atendimento da Praia do Suá, em Vitória, estão tendo que reutilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) descartáveis.

Por causa da denúncia, o Coren esteve na unidade no dia 10 de junho para uma visita de fiscalização. Na data, foram encontrados vários problemas como a não separação de pacientes com suspeita de Covid-19, insuficiência de equipamento de segurança para troca após o atendimento de cada paciente e também falta de espaço para repouso e refeição dos trabalhadores.

Segundo o conselho, mais de 3.000 profissionais de enfermagem contraíram o coronavírus no Espírito Santo desde o início da pandemia.

Em fotos feitas durante a fiscalização, o Coren registrou equipamentos de uso de proteção individual descartáveis sendo reutilizados.

Após a fiscalização, o conselho pediu que a unidade fizesse adequações nas irregularidades. Nesta quarta-feira (1º), o Coren voltou ao Pronto Atendimento e apurou que os problemas apontados no início de junho não foram resolvidos.

“Eles precisam resolver o que a gente já tinha sinalizado no dia 10 de junho, que é: usar o equipamento de proteção de forma correta, separar o fluxo de trabalho e separar os fluxos de atendimento”, destacou a conselheira do Coren Paula Freitas.

Uma reunião entre o conselho e a direção do hospital aconteceu na noite dessa quarta. Nela, a administração do PA assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que estabelece o prazo de uma semana para que as alterações sejam feitas.

Se a direção da unidade não cumprir o acordo, o conselho informou que considera suspender o serviço dos profissionais de enfermagem que atuam no local.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que tanto nos pronto atendimentos quanto nas unidades de saúde de Vitória são cumpridas todas as recomendações sanitárias e de biosegurança durante a pandemia pelo novo coronavírus com base em protocolos do Ministério da Saúde.

“Quanto aos trabalhadores, a Semus informa, ainda, que mantém diariamente o monitoramento dos casos. Dos profissionais testados, 175 foram positivos para Covid-19, desses, 92 foram curados e já retornaram ao trabalho”, diz parte da nota.

Fonte: Reportagem da TV Gazeta publicada no G1 – ES